Livrando-se da osteoporose

sábado, 15 de junho de 2019 00:00:00 America/Sao_Paulo

Apesar de ser mais comum entre as pessoas idosas a osteoporose não é uma doença exclusiva a esse público, pois se trata de um problema que pode ser desenvolvido em qualquer pessoa que possui distúrbios no metabolismo ósseo.

Essa doença é degenerativa e causa em seus portadores fragilidade e diminuição da massa óssea, o que ocasiona grande incidência de fraturas. O fato de a osteoporose está mais presente entre as pessoas da terceira idade é devido a sua principal causa ser a deficiência de estrogênio no organismo, hormônio que diminui conforme o envelhecimento.

Segundo uma estimativa feita pela Fundação Internacional de Osteoporose (IOF), são mais de 10 milhões os atingidos pela doença em todo o Brasil, no entanto práticas simples de exercícios físicos poderiam evitar ou atenuar os danos causados por essa, pois é possível aumentar o potencial de estrogênio no organismo com a prática da atividade física.

Exercícios específicos para os músculos cujas origens ou inserções cruzem as articulações onde ser pretende ganhar osso, de curta duração e alta intensidade, dinâmicos e rápidos, com estímulos em várias direções diferentes, são os desejáveis para os portadores da doença. É importante que o treinamento físico comece com intensidade baixa, e que aumente progressivamente de acordo com a adaptação do paciente.

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
Categorias: