Abdominal queima gordura localizada?

quinta-feira, 6 de agosto de 2020 17:09:22 America/Sao_Paulo

Todos aqueles que investem em treino e alimentação balanceada desejam diminuir ao máximo o percentual de gordura na região do abdômen.

Afinal os “gominhos” aparentes realmente trazem um visual bonito e refletem a disciplina e cuidado com o corpo – e também com a saúde, pois acúmulo de gordura abdominal pode significar presença de gordura visceral.

Essa parte do corpo costuma ser trabalhada durante todos os treinos, pois a região serve de suporte para movimentos variados e indiretamente são tonificados mesmo quando o exercício é focado em outro grupo muscular.

Mas treinar apenas abdominal é suficiente para reduzir a gordura da região?

A resposta é: Não!

Os abdominal é um exercício e com certeza contribui para perda de gordura como um todo, mas não especificamente para a região da barriga.

Para que possa ter um abdômen sequinho ou mais trabalhado em músculos, o ideal é que invista em treinos aeróbicos que reduzam os níveis de gordura em todo o corpo.

E é assim que funciona -  para quem não sabia -  a queima de gordura. Ela acontece no corpo como um todo e não apenas em uma parte dele.

Como queimar gordura de forma eficiente com abdominal

O acúmulo de gordura no abdômen leva em consideração genética, idade e gênero. Algumas pessoas terão mais propensão a acumular gordura nessa região, assim como outras também tem mais facilidade para eliminá-las.

Além dos treinos aeróbicos é preciso manter uma rotina de treinos de musculação também.

Isso é importante porque enquanto queima gordura, sua massa muscular também vai aumentar e caso não saiba, músculos consomem mais energia do que o tecido adiposo, sendo assim, o metabolismo se torna mais acelerado naturalmente.

Os abdominais devem fazer parte de um rotina de exercícios, é importante manter a musculatura do abdômen forte, pois ela serve de base para uma boa postura corporal também – dando sustentação para coluna  e também para o quadril.

A melhor forma de queimar gordura de forma eficiente é investir nas atividades aeróbicas como: corrida, bicicleta, lutas, crossfit etc.

Da mesma forma, invista em treinos focados em desenvolvimento da massa magra como a tradicional e eficaz musculação. 

A quantidade de abdominais também pede atenção. É necessário haver equilíbrio para que não ocorra uma sobrecarga na coluna ou mesmo a fadiga dos músculos da região.

O ideal é que o instrutor que elaborou seu treino possa  determinar a quantidade ideal para você, mas um bom número fica entre 3 ou 4 séries de 20 movimentos.

Dentro disso é possível que você intercale os abdominais clássicos, com oblíquos e laterais. Além disso, como qualquer outra musculatura é preciso dar um período de descanso a cada treino.

A importância da alimentação

Também não adianta focar somente nas atividades físicas sem levar em conta a alimentação. Ela tem total influência para alcançar seus objetivos, pois treino sem dieta tem poucas chances de surtir efeitos positivos.

A dieta vai ajudar não apenas no ganho de massa magra, mas também no bom funcionamento do intestino e na eliminação de gorduras, ambos podem dar um aspecto maior para o abdômen.

A retenção de líquidos também costuma ter influência no volume do abdômen, mas aliando dieta e hidratação, você consegue manter o inchaço bem distante.

A queima de gordura está ligada ao fator metabolismo. Para deixá-lo mais acelerado é possível ser estratégico usando alimentos e suplementação em conjunto.

Essa é uma excelente forma de turbinar a queima de gordura no abdômen e em todo corpo – suplementar com termogênicos.

Apesar dos abdominais, quando feitos de forma isoladas, não terem grande contribuição para queima de gordura localizada, ele é um exercício que traz muitos benefícios.

Quando esse exercício é incluído em um rotina de treinos, no médio e longo prazo a tendência é que visualmente, a estética dessa região do corpo seja bem valorizada.

Além disso, um abdômen forte tem papel importante na sustentação e postura corporal.

Invista em treinos aeróbicos e em potencializar a queima de gordura com suplementação e uma dieta equilibrada, pois quando isso é feito em conjunto com atividades físicas é sucesso na certa!

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
Categorias: